• 1858

    Criação da Compagnie du Canal de Suez

    Mais
  • 1875

    Criação do Banque de l’Indochine

    Mais
  • 1876

    Primeira sucursal de Gestão de Fortunas na Suíça

    Mais
  • 1920

    Criação da Luxembourgeoise

    Mais
  • 1922

    Criação do Crédit Foncier de Monaco

    Mais
  • 1926

    Criação do Banque Meyer

    Mais
  • 1930

    Incorporação do Banque Privée de Monaco

    Mais
  • 1931

    Implantação no Líbano da Compagnie Algérienne de Crédit et de Banque

    Mais
  • 1947

    Entrada no Brasil

    Mais
  • 1957

    Primeira sucursal do Banque de l’Indochine na Suíça

    Mais
  • 1959

    Criação do Banque de Suez, após a nacionalização do Canal de Suez

    Mais
  • 1966

    Criação do Banque de Suez e da Union des Mines

    Mais
  • 1972

    Entrada do Banque de l’Indochine no grupo Suez

    Mais
  • 1975

    Criação do Banque Indosuez

    Mais
  • 1991

    O Banque de Gestion Privée integra o grupo Crédit Agricole

    Mais
  • 1996

    O grupo Crédit Agricole acolhe o Banco Indosuez

    Mais
  • 1999

    Criação do Banque de Gestion Privée Indosuez

    Mais
  • 2003

    Continuação da reunião das atividades de Gestão Privada do grupo Crédit Agricole

    Mais
  • 2011

    Criação da holding Crédit Agricole Private Banking

    Mais
  • 2012

    A França volta a dar primazia à marca Indosuez

    Mais
  • 2016

    20 anos no grupo Crédit Agricole e criação da marca Indosuez Wealth Management

    Mais
  • HOJE

1975

Criação do Banque Indosuez

O Banco Indosuez nasce da fusão do Banque de l’Indochine e do Banque de Suez et de l’Union des Mines, ambos propriedade da Compagnie Financière de Suez. Entre a sua formação, em 1975, e a sua aquisição pelo Crédit Agricole em 1996, o Banco Indosuez foi profundamente transformado para se tornar, face ao Paribas, o outro grande banco de investimento francês, igualmente ativo na gestão privada.

A sua rede internacional tinha sido amplamente expandida para cobrir 60 países com uma presença, em particular, nos Estados Unidos e um regresso aos territórios históricos do Banque de l’Indochine. Assim, no início da década de 80, o Banco Indosuez é um dos bancos estrangeiros mais bem estabelecidos na China, presente em Pequim (1982), Shenzhen (1983) e Xangai (1960 e reativado em 1984). Em outra iniciativa inovadora, o banco, que tinha desenvolvido grandemente sua atividade nos mercados de capitais, tinha aberto em 1984 a primeira sala de pregões na França.

O banco foi nacionalizado (lei francesa de 11 de fevereiro de 1982) e em seguida privatizado em 1986, ao mesmo tempo que sua matriz, a Compagnie de Suez.

Em 1996 passou a integrar o grupo Crédit Agricole.